ESB – English Special Bitter


As Bitter são de origem Inglesa, surgiram entre os anos de 1850-1950 e designavam uma Pale Ale On Tap (chope de Pale Ale) e, com o tempo, foram surgindo receitas com versões mais suaves, o que também resultou em variações do estilo reproduzidas até hoje, são eles: Ordinary, Best ou Special, e Extra Special Bitter – hoje em dia todas são produzidas também na versão garrafa/latas. “Estas nomenclaturas são aplicadas às cervejas de acordo com a escala de força, embora isto não tenha um significado universal, e muitas cervejarias oferecem apenas duas, não três”, descreve Randy Mosher. (2009, pag 154).

O estilo é tão tradicional que ao entrar em um Pub Britânico é comum escutar a expressão “one Pint of Bitter, please” (um copo de Bitter, por favor). A Fuller’s ESB é considerada a principal referência do estilo, foi fabricado pela primeira vez como cerveja de inverno em 1969 e se tornou uma cerveja regular com seu nome atual 2 anos depois. Na Inglaterra a nomenclatura “ESB” pertence apenas à própria, quando alguma outra cervejaria reproduz o estilo é denominada apenas como Strong Bitter.

A Fuller’s ESB é …fabricada em Chiswick, oeste de Londres; nenhuma outra cerveja britânica ganhou mais prêmios da Campaign for Real Ale (CAMRA) no concurso anual Champion Beer of Britain awards. Foi nomeado Champion Beer of Britain em 1978, 1981 e 1985 e Best Strong Ale em 1978, 1979, 1981, 1983, 1985, 1987 e 1991, e recebeu um prêmio de prata na categoria Strong Bitter em 2002. (Protz*, 2003, pag. 469;470)
As principais características de uma ESB são equilíbrio entre as notas de malte e lúpulo, trazendo notas ricas de malte que remetem a pão, biscoito, suave tosta, assim como notas de lúpulo que remetem à casca de laranja. No paladar também há presença de notas resinosas do lúpulo. É uma cerveja encorpada e com final seco.


Segundo o Beer Judge Certification Program (BJCP) nos Estados Unidos ESB foi readaptado para descrever uma cerveja maltada, avermelhada, de força de amargor padrão – para os EUA -, e se tornou um estilo popular de cerveja chegando a confundir alguns juízes de cervejas julgando ESBs baseadas no modo de produção americana.
Para harmonizar os especialistas dizem que este é um tipo de cerveja que combina com uma gama enorme de alimentos, porém recomendam principalmente frango ou porco assado – e, se puder, adicione curry.

Ficou com vontade de provar?
Segue a nossa versão:

Referências:
Beer Judges Certification Program, Guia de Estilos BJCP, 2015 https://www.bjcp.org/docs/2015_Guidelines_Beer.pdf
Oliver, Garrett; *Roger, Protz. A mesa do mestre cervejeiro. Edição Brasileira – São Paulo. Editora Senac São Paulo, 2012.
Mosher, Randy. Tasting Beer. Editora Storey Publishing, Massachusetts, 2009.